Resenha: Dark Matter

Postado por Sr. A em 19 de março de 2016

dark-matter-cover-interview1

O que aconteceria se seis pessoas acordassem de repente, sem suas memórias, a bordo de uma nave espacial à deriva pela galáxia? É assim que começa a história de Dark Matter, na qual um grupo de pessoas tenta ao mesmo tempo descobrir quem eles são, como chegaram na situação atual e o que fazer dali em diante – tudo isso enquanto sobrevivem em um universo frio e cruel.

dark-matter-comic02.jpg (JPEG Image, 800 × 608 pixels) - Firefox Developer Edition 2016-01-08 18.15.36.png

Dark Matter começa como um conceito voltado a televisão, porém logo seus criadores, Joseph Mallozzi e Paul Mullie,  adaptam sua história para o mundo dos quadrinhos e lançam as primeiras quatro edições pela Dark Horse em 2012.

A primeira edição da revista faz muito sucesso e chega ao ranking de revista #256 em números de venda naquele mês. Animados com o sucesso, os criadores passam a trabalhar com os canais Syfy e Space onde lançam em 2015 a primeira temporada do seriado de Dark Matter.

O seriado é bem fiel ao quadrinho, chegando a ter planos idênticos. Pessoalmente, nós aqui da toca dos Coelhos Ninjas achamos que o quadrinho é um meio mais bacana para contar essa história pois permite narrativas visuais que são impossíveis de serem feitas com o orçamento que o SyFy/Space destinaram a série. Ainda assim, a versão televisiva é divertida e junto com KillJoys é uma ótima opção para se distrair durante uma hora de forma despretensiosa.

47282.jpg (JPEG Image, 1000 × 1462 pixels) - Scaled (49%) - Firefox Developer Edition 2016-01-08 18.19.22

O universo de Dark Matter lembra muito as atuais distopias espaciais como Firefly e Space: Above and Beyond. A construção de personagens é boa mesmo quando se apoia em clichês como o japonês que descobre que é o Deus supremo da espada mesmo sem ter suas memórias em bom estado. Estamos aguardando ansiosamente a resolução de certos dilemas éticos do seriado (que não vamos contar para não dar spoiler).

Quem já leu o quadrinho ou assistiu o seriado? O que achou? Deixe um comentário pra gente aqui embaixo.